Pimentense morre em acidente na BR-435


                            



Se tivesse usado o cinto de segurança teria sobrevivido. Wilson Bento Alves, 28 anos, morreu no Km 47 da BR-345 (ex RO-399), na Curva dos Crentes.
Por volta das 07h deste domingo, 30 de janeiro, um barulho estrondoso alertou os moradores da Curva dos Crentes, perto da Lagoa Preta. A imagem foi chocante, um caminhão boiadeiro tombou desgovernado na rodovia. O gado que era transportado no caminhão invadiu a estrada ainda atordoado com o baque, outros se embrenharam na mata e fazendas vizinhas.

 O motorista não conseguiu fazer a curva perigosa, apesar da vasta sinalização no local e da barragem de contenção. Ao parecer a carga viva ajudou e fez com que o caminhão tombasse. Como Wilson não usava cinto de segurança, seu corpo foi jogado do lado esquerdo da cabine. A cabine bateu no chão prendendo o braço direito dele e o teto ficou esmagado com a barragem de contenção.
As 33 cabeças de gado vinham da Fazenda Maranata, da linha 140 de Corumbiara e tinha como destino o Sítio Santa Terezinha na Linha 04 de Colorado do Oeste. O caminhão era um Ford Cargo, branco, placa AFC-7902/Cacoal.
No local duas vacas ficaram agonizando, uma no chão e outra com a pata quebrada. Os fazendeiros as sacrificaram e aproveitaram para retirar a carne.
O Corpo de Bombeiros chegou ao local para retirar o corpo preso nas ferragens. O trabalho foi árduo em meio a um calor escaldante. Após uns 40 minutos de trabalho foi possível retirar o corpo do jovem caminhoeiro. Não foi encontrado nenhum documento de identidade com foto dele, apenas seu CPF.



Fonte: Extra Rondonia