Revelado na TV, 'El Shakiro' já cobra por entrevista e ganha aval da cantora


Um imitador chileno da cantora Shakira que se tornou conhecido como "El Shakiro" já cobra US$ 3.000 para dar entrevistas à televisão uma semana após ter se apresentado pela primeira vez no programa "Yo soy" - espécie de show de calouros da TV chilena.
Rodolfo Burgos, que até então era um completo desconhecido, já tem inclusive um empresário para administrar seus negócios depois do interesse gerado com sua interpretação da música "Gitana" no programa de TV do canal fechado Megavisión. (Clique aqui para assistir à apresentação no YouTube).
De acordo com seu agente, Héctor Alfaro, o imitador não se incomoda contudo de dar entrevistas gratuitas por telefone. Já às agências de notícias, que distribuem imagens para veículos de imprensa em todo o mundo, o valor por entrevista televisiva pode chegar até US$ 5.000.
Burgos "tem que preservar sua imagem", argumentou Alfaro.
Shakira que conhecer ShakiroO imitador de 31 anos estudou em uma escola técnica agrícola na região de Araucanía, ao Sul do Chile. Durante toda sua trajetória escolar, Burgos demonstrou habilidades para imitar os mais diversos personagens, disse à EFE um de seus professores.
Quando apresentou sua versão para o hit da cantora colombiana Shakira no "Yo soy", os jurados se impressionaram e perguntaram "Quem é você hoje?". Ao que o calouro respondeu, fazendo um movimento com os quadris: "Eu sou Shakira".
Depois de ouvir a música, uma das juradas concluiu: "Extraordinário! Estou confusa, não sei quem sou, como me chamo..." "Você faz muito parecido. Você está disposto a perder peso, depilar-se e converter-se em mulher?". "O tempo todo", respondeu o imitador.
A própria Shakira comentou a performance do "Shakiro", que se espalhou pela internet em sites como YouTube, através de sua página no Twitter. "Apresento-lhes a Shakiro! Adoraria conhecê-lo quando for ao Chile", escreveu a cantora, que se apresenta nesta quinta-feira em um festival pop em Santiago. A cantora tem ainda três shows agendados no Brasil este mês: em Porto Alegre (dia 13), Brasília (dia 16) e São Paulo (dia 19).