Break

Policia

Vereador de Ariquemes é acusado de atropelar pedestre na BR-364 com veículo oficial

Um grave acidente ocorrido na noite de sábado 26/02 chamou a atenção pela não divulgação do fato nas demais mídias, uma vez que houve a cobertura jornalística de uma TV local.

Por que o fato teria sido abafado?

A equipe do Jornal Nossa Folha recebeu denúncia anônima dando conta de que um veículo Fiat Palio de cor branca, de placas NCH-8585 havia atropelado uma pedestre nas margens da BR 364 sentido Jaru em frente a saída do Motel Sexy Time.

Girlene Matos de Oliveira foi atingida em cheio e sofreu várias escoriações e segundo o RAB (Registro de Atividades de Bombeiros) Nº 018941, inconsciente foi encaminhada ao Hospital Regional com suspeita de traumatismo craniano. Girlene foi então transferida para Porto Velho em estado grave, mas realizados os procedimentos médicos foi re-conduzida ao HR de Ariquemes onde continua internada.

Fomos investigar e descobrimos que o veículo é de posse da Câmara de Vereadores de Ariquemes e na ocasião era conduzido pelo vereador Vanilton Sebastião Nunes da Cruz, e várias perguntas ficam no vazio: Por que um veículo oficial estaria transitando num sábado à noite? Por que a Câmara de Vereadores não se pronunciou sobre o fato?

Informações de um vereador que preferiu não ser identificado, declarou que o Presidente da Câmara já foi notificado pela polícia civil a apresentar o veículo na delegacia e esclarecer os fatos. – “Eu estive no local do acidente prestando total apoio à vítima e ao vereador Vanilton Cruz”, disse Val.

Outro fato que chamou a atenção foi o motivo para o veículo envolvido no acidente ser liberado do local. Só o fato de o pára-brisas ter se estilhaçado já era motivo para a retenção do mesmo, sem mencionar o fato do acidente. Segundo a PRF, com o pátio cheio não há lugar para armazenar estes veículos e se estiverem com a documentação em dia (que era o caso do veículo da Câmara) são liberados.

O fato deverá ser investigado pelo Ministério Público, devido às reincidências de veículos oficiais transitarem fora do horário de expediente, em outra ocasião alertamos o Diretor Geral da Câmara, Mário Redano, sobre os fatos. O mesmo confirmou que os veículos são de inteira responsabilidade de cada vereador, não tendo como fiscalizar o uso dos mesmos.

Autor: Jornal Nossa Folha 
Fonte: RONDONIAVIP

Nenhum comentário

GIRO NA NOTÍCIA

randomposts