Em parceria, PM de Vilhena, Chupinguaia e Colorado prende homem que encomendou morte de assassino de sua filha

Edilson Pereira Oliveira, de 47 anos, foi preso através de um trabalho em conjunto do Núcleo de Inteligência da Polícia Militar de Vilhena, com o Seção de Inteligência de Colorado e uma guarnição de Chupinguaia, nas primeiras horas da manhã de sexta-feira, 22, em um propriedade rural, localizada em Novo Plano.
O suspeito foi indiciado pela Delegacia de Homicídios de Vilhena, em abril de 2018,  juntamente com seu enteado Weslen de Oliveira Araújo, pela morte de Erli Teixeira de Abreu, ocorrida em maio de 2017.
Na ocasião, Edilson e Weslen ofereceram uma motocicleta que possuíam, modelo Titan, de cor azul e mais o valor de R$ 8 mil em espécie para o amigo João Carlos Costa dos Santos, vulgo “Marafon”, também indiciado no caso, para que este executasse Erli, que no ano de 2015, embriagado, atropelou uma jovem de nome Carina, que foi a óbito cerca de uma semana depois e era filha do acusado.
Mesmo após cumprir pena pela morte de Carina, a liberdade de Erli, que voltou a beber, incomodava Edilson e Weslen, que decidiram por dar cabo da vida do desafeto.
Erli foi morto em uma confraternização com um tiro no rosto desferido por João, que insatisfeito pelo fato da motocicleta recebida pela trabalho ter apresentado defeito e o valor em dinheiro não ter sido pago em sua totalidade, entregou seu comparsas, sendo preso juntamente com Weslen, que pilotou o veículo de fuga. Porém, Edilson se encontrava foragido.
Após a localização e prisão do suspeito que faltava para concluir o caso, este foi conduzido até a Unidade Integrada de Segurança Pública de Vilhena, onde foi submetido a exames de corpo de delito e seguidamente entregue na Casa de Detenção, onde permanecerá a disposição da justiça.