Cássia Muleta fala de condições alarmantes do Hospital João Paulo II

A deputada Cássia Muleta (Podemos) também mostrou indignação, durante a sessão plenária dessa desta terça-feira (19), sobre as condições precárias do Pronto Socorro João Paulo II. O assunto foi levantado pelo deputado Adailton Fúria (PSB), presidente da Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social
O parlamentar do PSB levou ao plenário, imagens em vídeo feitas por ele e sua equipe da situação do hospital de emergência. No vídeo, pacientes dormiam em leitos na garagem do JP II. Mostrou também ratos e baratas no lugar. “A única coisa que me encheu os olhos foram os servidores que, mesmo com essas dificuldades, tentam dar o mínimo de dignidade ao paciente”, relatou.
A deputada parabenizou a iniciativa do deputado por ter levado a discussão e os relatos em vídeo. Ela falou que, diariamente, recebe ligações de pessoas que preferem não ter o atendimento a serem encaminhadas para o pronto-socorro.
“Quando falo para alguém que essa pessoa terá de ir ao João Paulo II ela fica assombrada e fala que não vai, porque não quer morrer lá com uma infecção, uma doença vinda de ratos... É uma situação de calamidade, um caso desumano”, lamentou Cássia.
O deputado Dr. Neidson (PMN) também usou aparte na fala de Fúria e falou sobre uma possível doação do antigo prédio da Assembleia Legislativa para servir de extensão do hospital.  Cássia afirmou ter conversado com o presidente da Casa de Leis Laerte Gomes (PSDB) em uma visita dele a Jaru, onde já haviam discutido a possibilidade dessa ação.
“Ele mandou fazer uma avaliação para ver se há condições de realizar esse atendimento lá, após as reformas necessárias. Assim que houver um resultado, terá uma reunião com todos os deputados e, estando de acordo, poderemos fazer essa doação e estar ajudando com esse novo espaço”, relatou a deputada.
Fonte: tudorondonia