BREAKING NEWS
latest

18/08/2019

Nintendo começa a banir canais de YouTube com músicas de seus jogos



A Nintendo nunca foi a empresa mais amigável com vídeos e publicações sobre seus jogos no YouTube. Agora, a companhia deu um passo além contra a divulgação de conteúdos na plataforma: ela está derrubando canais que trazem trilhas sonoras de seus jogos.

A movimentação é em cima de um tipo específico de atividade chamada de music rip. Ela consiste em uma pessoa pegar os arquivos de música de jogos (o mesmo com filmes e outras produções) e subir em um vídeo para consumo de outras pessoas.

A prática, em si, é ilegal e fere direito de propriedade intelectual de trilha sonora. Contudo, por muito tempo grande parte das empresas de jogos têm feito vista grossa para o assunto. Assim, há um grande número de usuários que simplesmente colocam várias e várias canções para serem ouvidas em seus canais. Mesmo que não seja monetizada, a atividade ainda é considerada ilegal.
Participe do nosso GRUPO DE CUPONS E DESCONTOS NO WHATSAPP e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.


Contudo, desde a terça-feira (13) a Nintendo parece ter mudado a forma como lida com o assunto. Influenciadores com esse tipo de conteúdo estão reclamando de informes do YouTube sobre seus canais.


Um deles foi Gilva Sunner, que tem um canal com mais de 340 mil assinantes. Ele postou uma foto em seu perfil do YouTube em que mostra a lista gigante de e-mails de reclamações de direitos autorais vindos da Nintendo.

“E lá se vai o Awakening. 115 vídeos no total foram bloqueados até agora. Eles começaram manualmente com os conteúdos mais vistos no canal e agora estão pelas playlists, uma por uma, eu acho. Vendo pela hora das reivindicações, parece que está vindo do escritório do Japão”, escreveu em seu perfil do Twitter.
And there goes Awakening. 115 videos in total blocked so far. They started manually with the most viewed content on the channel, and are now going through the playlists one by one I guess. Looking at


the time of the claims, it seems these are coming from Japan HQ.


2.136
05:55 - 14 de ago de 2019
Informações e privacidade no Twitter Ads
429 pessoas estão falando sobre isso


Segundo influenciadores no Reddit, a queda desses conteúdos começou com o lançamento de Fire Emblem: Three Houses, sendo que a companhia estendeu a prática para outros games também. Assim como outros rippers (assim chamados quem sobe as músicas para o YouTube), Sunner alega que a Nintendo não conta com trilha sonora de seus títulos oficialmente no Spotify e outros serviços do gênero. Assim, a única forma de ouvir as músicas é por pessoas como ele.

“Nintendo, por favor, ponha suas trilhas sonoras no Spotify e/ou em outros serviços de streaming. A Namco, Square, Capcom e outros já perceberam isso, quando você vai?”, criticou.


GilvaSunner@GilvaSunner



. @Nintendo @NintendoAmerica Please put your soundtracks on Spotify and/or other music streaming services. Namco, Square, Capcom and others have already seen the light, when will you?
10,8 mil
06:00 - 14 de ago de 2019
Informações e privacidade no Twitter Ads
3.132 pessoas estão falando sobre isso






Apesar das reclamações, a Nintendo tem todo o direito de não permitir acesso a esses conteúdos, uma vez que a empresa vende CDs com trilha no Japão. O problema é que tais discos não são comercializados deste lado do mundo, sendo necessário importar o conteúdo de lá.



A Nintendo também não conta nem com a trilha em plataformas de compra da Google e Apple, para quem quiser ter o CD em formato digital. Algumas empresa, como a SEGA, também optam por, elas mesmas, subirem trilhas sonoras de seus próprios jogos em canais próprios do YouTube.
« ANTERIOR
PRÓXIMA »

Nenhum comentário