BREAKING NEWS
latest

19/01/2020

Policiais salvam mãe e filha de ex-marido que tentou matá-las dentro de hospital em Jaru

Uma rápida ação da guarnição de Patrulhamento Tático Móvel (PATAMO) na noite de quarta feira 15, conseguiram impedir que Wanderson Pchegovski da Silva, tirasse a vida da ex-esposa e da filha do casal dentro da sala de recepção do Hospital Municipal Sandoval de Araujo Dantas em Jaru. Toda a ação foi registra pela câmera de monitoramento do hospital.
PUBLICIDADE
Em 25 dezembro de 2019, a mulher pediu o divórcio a Wanderson e, na noite de ontem, a vítima pediu para o homem ir ao hospital levar as coisas da filha que tinham ficado na casa dele.
Ao chegar no hospital o homem agiu naturalmente e pediu que a ex-esposa o acompanhasse até o estacionamento, pois os objetos da criança estariam dentro do carro. Quando chegou no veículo, de acordo com a polícia, o suspeito mostrou estar com um revólver, e disse que era para ela ir embora com ele, ou ele a mataria juntamente com a filha e posteriormente tiraria a própria vida.
“Eu implorei pra ir lá dentro do hospital pegar minhas coisas e, de tanto implorar, ele deixou e disse que se eu ligasse pra polícia ele já tinha pagado alguém pra terminar o serviço, se acaso ele falhasse”, disse a vítima.
Quando ela retornou para dentro do hospital, ela relatou o que estava acontecendo e pediu para um parente acionar a polícia, e comunicar ainda que o suspeito estava armado.
Ao chegarem no hospital, os policiais desceram da viatura e se dirigiram até Wanderson, que se encontrava do lado de fora da recepção, e que neste momento foi ao encontro da mulher que estava com a filha no colo, momento que os policiais pediram para o mesmo ir até o lado de fora para poderem esclarecer a situação, mas ele não disse nada e rapidamente sacou de uma arma de fogo que estava em sua cintura e segurou a mulher pelo pescoço, juntamente com a criança, apontando a arma para a sua cabeça.
Após efetuar um disparo, o policial conseguiu segurar a mão do agressor, evitando que o tiro atingisse a vítima ou a criança.
O policial manteve segurando o braço do acusado, que estava ainda em posse da arma e acabaram entrando em luta corporal. Após perceberem que todos os pacientes e funcionários da unidade haviam saído da recepção, os policiais conseguiram efetuar simultaneamente cada um, um disparo no suspeito que ao cair no chão soltou a arma, uma garrucha de fabricação caseira municiada, e no bolso da calça havia mais cinco munições.
extra de rondonia
« ANTERIOR
PRÓXIMA »

Nenhum comentário