BREAKING NEWS
latest

06/05/2020

Cofen registra 10 mil casos suspeitos de COVID-19 entre profissionais de Enfermagem


O Comitê Gestor de Crise do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) lançou hoje (6/5) o site Observatório da Enfermagem, com atualizações constantes sobre a evolução da COVID-19 entre os profissionais.  Já são mais de 10 mil enfermeiros, técnicos e auxiliares de Enfermagem afastados pela doença no Brasil, com 88 óbitos associados à doença --  conforme a última atualização, que vai ser inserida ainda hoje no site. As mortes são mais que o dobro do número absoluto registrado entre profissionais de Enfermagem na Itália, primeiro epicentro do novo coronavírus no Ocidente.

"Esta situação gravíssima reflete a escassez de Equipamentos de Proteção Individuais (EPIs), treinamento adequado das equipes, profissionais de grupos de risco mantidos na linha de frente do atendimento, subdimensionamento das equipes, dentre outros fatores. Não somos máquinas", afirma o presidente do Cofen, Manoel Neri.

O Cofen precisou acionar a Justiça para garantir o afastamento dos profissionais integrantes de grupos de risco das funções que exijam contato direto com casos suspeitos ou confirmados de COVID-19 e assegurar a realização de testes nas equipes de Enfermagem. Nesta segunda-feira, uma vitória liminar do conselho garantiu o afastamento nos hospitais e institutos administrados diretamente pela União.O coordenador do Comitê Gestor de Crise, Walkírio Almeida, destaca que os dados do observatório são apenas "a ponta do iceberg". "Estes são os casos identificados, não representam a totalidade", pontua. “Nosso compromisso é com a transparência nos dados, que podem auxiliar as secretarias de Saúde na definição de políticas públicas. Eles servem como base também para que nós façamos recomendações técnicas, não só ao presidente do Cofen, mas também aos presidentes de todos os Conselhos Regionais e aos serviços de Enfermagem, refletindo o quadro epidemiológico verificado”, explicou Walkírio.

Os dados do observatório, agregados por estado, faixa etária, gênero e situação da doença (quarentena, internamento, óbito) traçam um panorama da pandemia no Brasil. O estado de São Paulo lidera o número de casos, seguidos pelo Rio de Janeiro, Santa Catarina e Ceará.

Formulário – Além dos dados colhidos pela fiscalização junto aos enfermeiros Responsáveis Técnicos (RT), o Cofen disponibiliza um formulário para notificação no site. Os  caso são verificados para evitar duplicidade. Para preencher o formulário, acesse o link.

« ANTERIOR
PRÓXIMA »

Nenhum comentário