BREAKING NEWS
latest

27/05/2020

Em 6 cidades de Rondônia, 100% dos pacientes estão recuperados da Covid-19


Em seis municípios de Rondônia, 100% das pessoas diagnosticadas com Covid-19 já estão recuperadas. A informação foi divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (25).

 

Os municípios sem casos ativos registrados são Primavera de RondôniaAlto Alegre dos Parecis, São Felipe do OesteTheobromaNova Brasilândia D’Oeste e Machadinho D’Oeste. Todos eles tiveram entre um e cinco casos da Covid-19. A capital Porto Velho tem 37% dos infectados recuperados.

 

Segundo o secretário estadual de saúde, Fernando Máximo, Porto Velho é a 17ª capital no ranking de distanciamento social, com o índice variando na faixa dos 40%.

 

O secretário disse que ainda vê, em Porto Velho, muitas pessoas andando sem máscara nas ruas, fazendo aglomerações e desrespeitando o distanciamento social e apelou para que as pessoas que só saiam de casa quando realmente for necessário.

 

“Isso significa que, infelizmente, uma parte das pessoas não tem cooperado, nos ajudado. Quem precisa levar o pão pra casa, pra trabalhar, se proteja, use máscara, vá em frente. Deus vai abençoar e vai dar tudo certo. O problema são as pessoas que não estão indo trabalhar e ficam na rua”, declarou.

 

Casos de Covid-19

 

No último boletim da Sesau, divulgado no domingo (24), constam 3.201 casos confirmados, 121 mortes e 897 curados. O número de internados é de 277 pacientes, sendo 192 na rede pública estadual.

 

Nesta segunda-feira (25) são 850 servidores afastados. A unidade com mais profissionais fora do trabalho é o Hospital João Paulo II com 175. Outros 324 servidores já estão curados e voltaram ao trabalho de enfrentamento à pandemia.

 

Na coletiva, Máximo também destacou a ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva disponíveis. No Cemetron há ocupação total, enquanto na Assistência Médica Intensiva (AMI) o índice é de 71% e no Hospital Samar (contratado pelo Estado) 93%. O números tem variação constante conforme o fluxo hospitalar de altas e transferências, por exemplo.

 

A expectativa da Sesau é que novos leitos sejam abertos no próximo mês com a abertura do Hospital Regina Pacis, adquirido pelo Estado, e no Hospital de Amor, contratado com recursos repassados pela Assembleia Legislativa.


Por Diêgo Holanda
Do G1 RO 

« ANTERIOR
PRÓXIMA »

Nenhum comentário